Como calcular o retorno do investimento em Ouro

Investir em ouro é sempre uma boa ideia, pois em tempos de bonança tem um bom retorno, mas nos tempos de crise como o que se vive agora, o retorno é ainda maior. Sendo um investimento que geralmente nunca tem um retorno negativo, é visto por muitos como uma excelente opção para apostar no crescimento financeiro de uma família, principalmente a longo prazo, já que é um tipo de investimento que não tem retornos constantes.

Dado que existem várias formas de investir em ouro, para saber calcular o retorno do seu investimento em ouro é importante que as saiba analisar da melhor forma possível, até porque uma má escolha pode significar um retorno medíocre. Nos dias de hoje, é possível investir em ouro comprando diretamente ouro (em barras, moedas, jóias e lingotes) , através da concepção própria do ouro (o que nem sempre é vantajoso já que é necessário um contrato em si e posteriormente um local onde o armazenar de forma segura) ou mesmo através da compra da empresa de mineração, comprando ações e entrando diretamente na empresa responsável.

Calcular o retorno do investimento em ouro

Para alguém que faz investimentos com alguma regularidade, nem sempre é necessário conhecer exatamente quais são os retornos imediatos, pois estes fazem investimentos a longo prazo.

No entanto, para aqueles que não têm o mesmo hábito, fazer um investimento tem sempre como principal objetivo conseguir um bom retorno e o quanto antes, mas para isso é importante saber exatamente como calcular o mesmo.

A primeira coisa a fazer é conhecer exatamente qual é o valor que pagou pelo investimento e qual é o valor atual do mesmo, se o valor atual for superior, a percentagem de subida ai dizer-lhe qual é o seu retorno em cada cêntimo investido. No caso do valor atual ser menor, então o significado não é o melhor, porém é sempre um risco que vai correr em todos os investimentos que fizer.

O valor atual do ouro é calculado tendo em conta a sua cotação e até os quilates do mesmo, sendo que este valor é informado pelo estado e pode ser calculado em várias ferramentas, através das gramas e dos quilates do mesmo.

O Autor

Nuno Ribeiro é editor do Blog do Ouro, um blog que pretende informar melhor como investir em Ouro. Também aborda temas como a compra e a venda de ouro usado, a cotação do ouro nos mercados internacionais e partilha dicas e conselhos.

Leave a Reply